Publicações

Mix de segmentos é o diferencial dos expositores da Floripa Prêt-à-Porter

Acesso à lojistas será gratuito, basta fazer o credenciamento no site do evento 

O primeiro Salão da Moda Brasileira, a Floripa Prêt-à-Porter, terá um mix de segmentos através das empresas expositoras. O evento que começa na próxima quarta-feira (03), no Centrosul, em Florianópolis (SC), é totalmente gratuito para lojistas, bastando cadastrar-se no site www.floripapretaporter.com.br.  <

Numa área de 5.400 m2 lojistas, empresários e profissionais da moda poderão conferir as tendências para primavera/verão 2016.  “Além de dar destaque à produção nacional, a feira é uma oportunidade de aproximação da indústria com o mercado, especialmente lojistas”, ressalta o diretor comercial Marcelo Benatti. 

As empresas expositoras são de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.  Dos segmentos linhas infantil, masculina, feminina, lingerie, street, surfwear, plus size, além dos acessórios. Confira a lista de expositores confirmados para a esta primeira edição:

Maria Cereja – Antonieta Acessórios – Chick Bella – Diviege Lingerie – Diviplus – Loa Underwear – Chemizz Camisaria – Miosotis Acessórios – Chá de Pimenta – Ta Yu – Pétala Rosa – Carol Costa – Pedro Rosa – Mulher Única – Beach Country – Mantto – Puro Entusiasmo Moda – By Silvia Schaefer – Real Malhas – Tigs – DM Shirts – Cardium – Baby Gut – Villaenzo – Lovelee Acessórios – Grande Marca – Blumarine – Maria Maturana – Kalyhaii – Absinto – Dois Ponto Sete – Divinissíma – Loulou Moda Praia – Ansatta – PeC Confecções – Marjan – Marjan Kids – Quebra Cabeça Baby – Estrelícia – Mana Manina – Dekinha Baby – Ok Girls – Rosa Urbana Confecções – Loja Felinna – Láureen – Ziann Jeans – Giro Livre Jeans – Dmenor – Mind’s Up – Peregrino – Frenda Beach Wear – Turbinho Kids – Margô – Bixugrillo.

Um dos diferenciais do evento, é que apenas fabricantes de marcas nacionais poderão participar.  “O controle da origem dos produtos será feito através de um sistema de análise do CNPJ que irá certificar se, de fato, o expositor é da indústria brasileira”, explica a diretora da Fama Feira, Fabíola Taraskevicius.  A medida é para que a feira se diferencie das demais que acontecem pelo país, onde importadores – principalmente os que trabalham com produtos de origem chinesa – podem participar.

O Floripa Prêt-à-Porter tem o apoio do Sebrae/SC, Secretaria do Turismo de Florianópolis (Setur), Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC) e Federação das Indústrias  do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio)