Publicações

Cervejaria Santa Catarina realiza primeira convenção nacional de vendas

17100729062018_CEO_Hugo_Olivo__1_ 17100729062018_CEO_Hugo_Olivo__3_ (1)

Fabricante das marcas Saint Bier, Coruja e Barco reuniu representantes e distribuidores dos estados do Sul e Sudeste do Brasil

O tema escolhido para a primeira Convenção Nacional de Vendas, Everest, manifesta o conceito das aspirações da Cervejaria Santa Catarina. A empresa sediada em Forquilhinha (SC) recebeu os cerca de 90 representantes comerciais e distribuidores dos estados do Sul e Sudeste do Brasil para alinhar objetivos e apresentar as novidades a serem lançadas em breve pelas marcas Saint Bier, Coruja e Barco.

A força de vendas da companhia permaneceu o dia todo na sede da empresa e desde o início foi apresentada ao propósito anunciado pelo CEO Hugo Olivo na abertura dos trabalhos: ser a cervejaria artesanal do Brasil. “Temos três marcas fortes, reconhecidas no mercado e com posicionamentos bem definidos entre si. Estabelecemos como grandes metas o reconhecimento como a principal fabrincante de cervejas artesanais do país e tornar esses produtos cada vez mais acessíveis ao público”, conta.

O caminho para o “cume do Everest” estabelecido pela cervejaria foi detalhado nos vieses da gestão, marketing, venda e produção com o objetivo de integrar toda a equipe de vendas à visão e à missão da empresa. “Há um desafio e precisamos saber como atacar e que, para isso, assim como um alpinista precisa para subir a montanha mais alta do mundo, é essencial planejar, ter o preparo, trabalhar em equipe”, explica o diretor comercial e marketing da Cervejaria Santa Catarina, Amador de Carvalho.

K2 – cerveja idealizada na convenção

Dentro da convenção começou a se desenvolver um novo produto que deve ir ao mercado até o fim do ano. Denominada K2, mesmo nome de uma das montanhas mais altas e desafiadoras do mundo, a futura cerveja assinada pela Barco será formulada a partir de dicas estabelecidas pelos participantes da convenção. Estilo, amargor, teor alcoólico e outras informações foram coletadas e subsidiarão o processo de pesquisa e desenvolvimento para a receita. “Foi mais uma ação alinhada com o objetivo da convenção, de fazer com que a força de vendas se sinta pertencente a um projeto da cervejaria. E conectada também com a Barco, uma marca sinônimo de inovação e que constantemente lança novos produtos”, aponta Amador.

 

Fabricante das marcas Saint Bier, Coruja e Barco reuniu representantes e distribuidores dos estados do Sul e Sudeste do Brasil

O tema escolhido para a primeira Convenção Nacional de Vendas, Everest, manifesta o conceito das aspirações da Cervejaria Santa Catarina. A empresa sediada em Forquilhinha (SC) recebeu os cerca de 90 representantes comerciais e distribuidores dos estados do Sul e Sudeste do Brasil para alinhar objetivos e apresentar as novidades a serem lançadas em breve pelas marcas Saint Bier, Coruja e Barco.

A força de vendas da companhia permaneceu o dia todo na sede da empresa e desde o início foi apresentada ao propósito anunciado pelo CEO Hugo Olivo na abertura dos trabalhos: ser a cervejaria artesanal do Brasil. “Temos três marcas fortes, reconhecidas no mercado e com posicionamentos bem definidos entre si. Estabelecemos como grandes metas o reconhecimento como a principal fabrincante de cervejas artesanais do país e tornar esses produtos cada vez mais acessíveis ao público”, conta.

O caminho para o “cume do Everest” estabelecido pela cervejaria foi detalhado nos vieses da gestão, marketing, venda e produção com o objetivo de integrar toda a equipe de vendas à visão e à missão da empresa. “Há um desafio e precisamos saber como atacar e que, para isso, assim como um alpinista precisa para subir a montanha mais alta do mundo, é essencial planejar, ter o preparo, trabalhar em equipe”, explica o diretor comercial e marketing da Cervejaria Santa Catarina, Amador de Carvalho.

K2 – cerveja idealizada na convenção

Dentro da convenção começou a se desenvolver um novo produto que deve ir ao mercado até o fim do ano. Denominada K2, mesmo nome de uma das montanhas mais altas e desafiadoras do mundo, a futura cerveja assinada pela Barco será formulada a partir de dicas estabelecidas pelos participantes da convenção. Estilo, amargor, teor alcoólico e outras informações foram coletadas e subsidiarão o processo de pesquisa e desenvolvimento para a receita. “Foi mais uma ação alinhada com o objetivo da convenção, de fazer com que a força de vendas se sinta pertencente a um projeto da cervejaria. E conectada também com a Barco, uma marca sinônimo de inovação e que constantemente lança novos produtos”, aponta Amador.